Coisas do futebol brasileiro


Vejam o vídeo abaixo, com o resumo do jogo entre o Londrina e o Engenheiro Beltrão, pelo Campeonato Paranaense deste ano:
 
 
O soprador de apito (ir)responsável pela arbitragem atende pelo nome de Evandro Rogério Roman.
 
Eu sei que muita gente vai dizer que essas coisas acontecem. Que o nível da arbitragem é ruim mesmo, que os erros, apesar de todos para o mesmo lado, são apenas coincidências.
 
Mas a verdade é que apesar de Alan Kardec continuar sem fazer gol, o acaso não existe. E Evandro Roman é um velho conhecido de quem acompanha o futebol brasileiro.
 
Por exemplo? Bem, foi de Evandro Roman a “bela” arbitragem no jogo Vasco 1×2 Petrobrás FC, no ano passado, onde o Vasco foi cuidadosamente “operado”, como comentamos aqui.
 
Coincidência, ainda? É possível. Então, vamos ver outros jogos que eu me lembro do Sr. Roman apitando no Brasileirão de 2007:
 
– Sport 2×2 Flamengo: os torcedores do campeão brasileiro de 1987 reclamam que a) não houve o penalti em Leonardo que ocasionou o primeiro gol do Flamengo, b) não houve o escanteio que originou o segundo, e c) Fumagalli foi expulso por reclamação, minutos depois de empatar o jogo e mandar uma bola na trave.
 
– São Paulo 2×0 Vasco – penalti não marcado a favor do Vasco, quando o jogo estava 0x0, e expulsão exagerada de Amaral, no lance que acabou ocasionando o primeiro gol do São Paulo.
 
– Palmeiras 3×2 Vasco – primeiro gol do Palmeiras irregular, com falta clamorosa em Perdigão, quando o Vasco vencia por 2×0, com um jogo tranquilo; penalti não marcado a favor do Vasco, quando estava 2×1.
 
– Flamengo 1×0 Santos – os santistas reclamam impedimento no gol rubro-negro.
 
Deve ter tido mais jogos, esses são os que me lembro de cabeça. Coincidências, coincidências. Eu diria que o Sr. Roman tem um bom imã para confusões. E uma maneira padronizada de lidar com elas.
 
Mas o Sr. Roman pode ficar tranquilo. A família CBF não deixa seus bambini na mão. Este ano, o Brasil indicou dois novos árbitros para o quadro da Fifa. Ganha um apito de chocolate quem adivinhar o nome de um deles. Exatamente. Evandro Rogério Roman foi premiado com a indicação. Deve ter sido uma recompensa pelos “serviços prestados”, não?
 
O leitor pergunta quem foi o outro árbitro que foi indicado à Fifa este ano? Pois não, o QsQ satisfaz a sua curiosidade. O outro árbitro que recebeu o prêmio pelos “serviços prestados” à CBF foi Marcelo de Lima Henrique. Isso mesmo. Aquele árbitro que foi sequestrado antes da final da Taça Guanabara, e saiu dando pulinhos de felicidade pela vitória do Flamengo, ao final da partida.
 
Como existem coincidências nesse futebol brasileiro, não é? Deve ser por isso que o Alan Kardec está quase sendo vendido para o Paris Saint Germain…
Anúncios

One Response to Coisas do futebol brasileiro

  1. […] Marcelo de LIma Henrique foi indicado esse ano ao quadro da FIFA, juntamente com o paranaense Evandro Rogério Roman. Provavelmente, um prêmio pelas suas boas […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: