O PT conseguiu. De novo.


Nas favelas, no Senado, sujeira pra todo lado. Ninguém respeita a Constituição. E poucos acreditam no futuro da Nação.

Luís Inácio falou, Luís Inácio avisou. E você não acreditou. São 40 picaretas absolvendo o dono do boi voador.

40 eram os ladrões das mil e uma noites. 40 os quadrilheiros do mensalão, denunciados pelo STF. 40 foram os votos a favor de Renan Calheiros. Sugestivo.

40 votos pela absolvição, e mais 6 abstenções. As previsões pré-votação diziam que o PT estaria “dividido”. Agora, mesmo a votação sendo secreta, a verdade veio à tona: a divisão não era entre absolver e condenar, e sim entre absolver abertamente ou se abster de votar.

129_1320-amarildo.jpg

E por onde anda “Noço Guia”, o Supremo Apedeuta? Bem, Lulla II está na Escandinávia, assobiando para o lado e fingindo que não tem nada a ver. “Estô colmo”, diz ele, depois de ver que as manobras de salvação deram certo.

Agora, qualquer que seja o futuro de Renan, o governo ganha. Se Renan continuar presidente, é um presidente enfraquecido, um cavalo manco, dócil, tendo que pagar as dívidas com aqueles que o absolveram. Se Renan aceitar a pressão e se licenciar, deixa a presidência nas mãos do petista Tião Viana. E assim o PT fica com o comando das duas casas do Congresso.

Independente do que acontecer daqui pra frente, o Senado ontem deu mais uma facada na democracia. E com isso o PT dá mais um passo no seu projeto de fechar o Senado.

As reações de hoje, um pouco por todo o lado, eram bem semelhantes às que eu imaginava. Palavras de ordem contra os políticos, revolta contra essa sujeira toda, indignação com a impunidade. Só que o povo não enxerga as verdadeiras forças por trás disso. A revolta vai toda contra os senadores, os deputados, “os políticos”, e não contra o governo. Talvez até se possa ouvir, em alguns lugares, ataques aos políticos safados que “não deixam o homem trabalhar”. Lula sai limpo como um teflon, os senadores saem como vilões da história. Tudo dentro dos planos do PT.

E não pensem que a extinção do Senado é apenas papo de botequim, coisa dita da boca pra fora pelo povão, externando sua repulsa ao que está vendo. Não. O caso é bem mas grave. Vejam o que diz a cientista política Maria Victoria Benevides, ex-presidente da Comissão de Ética Pública, e figura destacada do aparelho do PT:

O Senado mostrou que é perfeitamente dispensável. É um clube magnífico. Como cientista política, iniciarei um debate pela extinção do Senado e pregarei o voto nulo para senador em 2010. Apesar de tudo o que passamos neste longo período de democracia, continuamos com uma cultura política calcada no compadrio, coronelismo e clientelismo.

Vejam só a (aparente) esquizofrenia dessa gente. O PT aprova uma moção no seu Congresso, pregando o fim do Senado. Depois, o PT manobra para salvar Renan da cassação, e criar um clima popular contra o Senado. E agora vem uma socióloga do PT assumir uma postura olímpica, falando… contra o Senado. E, claro, defendendo a extinção do Senado, como o PT deseja, usando como pretexto algo que o PT fez.

O momento é muito grave.

Alguns poderão dizer que Maria Victoria é uma “voz isolada”, e que é um exagero conspiratório pensar que todos esses movimentos fazem parte da mesma dança. Será? Vejamos o que diz outro sociólogo, Claudio Abramo, da ONG Transparência Brasil:

Pessoalmente sou favorável à extinção do Senado. É uma casa anacrônica, mas o pior não é isso: os senadores agem como se estivessem em Júpiter. A sessão secreta exemplifica isso à perfeição. Eles decidem lá entre eles e mandam uma banana para o povo.

 

129_1320-lute1.jpg

A luta precisa continuar. A luta política, claro: Renan Calheiros não tem a menor condição de continuar no Senado. Sua saída não iria resolver todos os males do mundo, mas é o mínimo exigido. É dever da oposição obstruir as votações de interesse do Governo, enquanto ele estiver por lá.

Mas essa é a luta que deve ser travada pelos senadores, lá dentro. Aqui fora, temos uma luta tão difícil quanto importante. É nosso dever lutar contra qualquer tentativa de golpe político. É nosso dever não nos deixarmos manipular por eles. É nosso dever nos revoltarmos, sim, mas direcionarmos a nossa revolta contra os alvos certos, contra aqueles que enlamearam o Senado, Renan e seus 45 aliados, e não contra a Instituição. É nosso dever não permitirmos que os petistas usem a nossa (justíssima) revolta para avançar nos seus planos.

E sempre, sempre, sempre: o preço da liberdade é a eterna vigilância.

Anúncios

One Response to O PT conseguiu. De novo.

  1. Evandro disse:

    Camanha FORA RENAN!

    APOIE: http://www.eutambemvoureclamar.wordpress.com.

    Contamos com a sua ajuda!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: