O maravilhoso mundo de Weber


“The flight over Morocco allowed me a new understanding of St.-Exupéry’s
words. I believe I finally understood what The Little Prince saw. He witnessed pure life which we no longer have time to appreciate.”

(Bernard Weber, inspirando candidatas a miss around the world)

“I started a joke…”

Era uma vez um aventureiro suíço-canadense chamado Bernard Weber. Um dia, ele teve uma idéia: inventar uma competição estilo Big Brother que elegeria as “sete maravilhas do mundo moderno”. Como “Heritage Big Brother” era um nome muito feio, era necessária uma marca mais adequada. Assim nasceu a “New7Wonders Foundation”, que seria responsável pelo “New7Wonders Project”.

Durante algum tempo, a N7W, a Fundação, o Projeto, seu líder, ficaram todos no merecido esquecimento. Até que, em 2006, com toda a pompa e
circunstância, uma conferência em Zurique anunciou ao mundo (que não
esperava ansiosamente por isso) quem eram os 21 finalistas do “N7W Project”.

O mundo, acostumado a ver um desses reality-shows por semana, tratou a
notícia como a piada que era. Uma jogada de marketing, que visava dois
objetivos principais: trazer fama e fortuna à Fundação N7W (e a seus donos), usando para isso as imagens de alguns cartões-postais mundiais.

Como levar a sério um projeto que mistura no mesmo saco coisas díspares como o Taj Mahal e o Coliseu Romano, o Cristo Redentor e as estátuas da Ilha de Páscoa, o Templo de Kiyomizu e Stonehenge? O que pensar de um projeto que se propõe a escolher algo numa votação por SMS e internet (!!!!), com todo o “rigor científico” que pode se esperar de uma “eleição” como essa?

Um pouco ao redor do mundo, todos riram da piada de Weber. A notícia foi
dada, como um fait divers curioso, uma bobagem divertida. Em pouco tempo,
ela foi substituída por piadas novas, e essa foi relegada ao esquecimento.

“…but I didn’t see that the joke was on me.”

Até que, um ano e meio depois, um certo país do hemisfério sul descobriu
essa história. E, pior, levou ela a sério!!!! “Eles acreditaram!” Num efeito
retardado (duplo sentido incluído), o povo descobriu que, horror dos
horrores, o Brazil estava sendo vilipendiado, incompreendido e trapaceado.
Afinal, como pode o Cristo, a coisa mais bela do universo (e tudo o mais)
ficar fora das sete vencedoras desse concurso tão importante? Só por trapaça dos porcos imperialistas, sempre querendo roubar os nossos tesouros! Assim, tomada de um furor uterino-patriota, a nação se uniu para impedir esse crime de lesa-majestade.

“Vote no Cristo”, era o mantra que se ouvia em todos os cantos. “Você já
votou no Cristo hoje?”, perguntavam os fiscais, caçadores de replicantes
anti-patriotas. Sou bravo, sou forte, in Christ I vote. Como você ainda não
votou? Como você não entende a importância da luta? A cruz no nome do Cristo não marcastes? Em outras maravilhas estranhas votastes? Brasileiro não sois, ó vil traidor da pátria dos caros bois!

Durante as últimas semanas, o povo viveu um clima de “Criança-Esperança
meets Copa do Mundo”. Vamos dar as mãos, vamos lutar, si, si puede. Fé no Cristo e pau nos gringos. Tem que dar certo. Com a sua ajuda, nós vamos
conseguir. Eu sou brasileiro, e não desisto nunca. Sua participação é muito importante. Juntos chegaremos lá. A maravilha do mundo é nossa, com brasileiro não há quem possa. O povo unido jamais será vencido. Guenta que é penta, Brasil! Deus é brasileiro, o Cristo é maravilha. Deus é dez, Romário é onze, o Cristo é sete.

No dia 7, o êxtase: conseguimos!!!! Agora, sim, esse país vai pra frente. O
spam cibernético deu certo, e ganhamos o diplominha do tio Bernard. Demos
uma lição nesses gringos! A partir de agora, o Brasil tem uma maravilha. Com
uns 2000 anos de atraso, mas nem tudo pode ser perfeito. Escutaram, seus
gregos, seus egiteiros, seus romanos? Nós temos! O Brasil é grande, é o país do futuro. Existem sete maravilhas no mundo encantado do tio Bernard, e uma delas é nossa! Vê lá se os americanos ou os franceses tem isso? Ih, ih, ih, vão ter que me engolir!

É muito, muito patético. Por todos os ângulos que se olhe.

(E é mais patético ainda porque, sejamos sinceros, todos nós sabemos que se o resultado fosse outro, grande parte daqueles que me xingam por essa
opinião estariam dizendo coisas parecidas… “Estão verdes, senhor”.)

Dizem que, ao saber do resultado, a Estátua da Liberdade tentou atear fogo
às vestes, a Torre de Pisa tremeu nas bases, e os moais da Ilha da Páscoa
ficaram petrificados de surpresa com a derrota… Mas franceses, americanos, gregos, alemães, esses reprimiram um bocejo, se é que ficaram sabendo do resultado.

Nessa história toda, os únicos que tem motivo de orgulho são os egípcios.
Assim que o Sr. Weber começou a sua tournée caça-níqueis, o governo egípcio gritou “alto lá”, ou algo equivalente em árabe, e acabou com a festa.
Proibiram o “aventureiro” de usar as imagens das Pirâmides, e exigiram que
elas fossem retiradas dessa pantomima. E não é que Mr. Bernard “óleo-de-peroba” Weber ainda capitalizou isso, dizendo que as Pirâmides “passariam a ser hors concours”, devido ao seu “indiscutível status”? Mr. Weber mostra ter vaga fácil como suplente de senador num certo país sul-americano…

E uma coisa, não posso negar, foi perfeita no timing dessa (hahaha) votação. O resultado foi divulgado no cabalístico 07/07/07, o mesmo dia reservado aos shows do Live Earth. Dois eventos que tem muito mais em comum do que pode parecer. Esse ano, o 7 de julho teve uma cara de 1 de abril…

Ah, para aqueles que discordam de tudo isso, que acham uma coisa linda tudo isso, e que só pessoas amargas poderiam pensar diferente, etc, etc, uma notícia excelente: isso foi só o começo. Inspirado pelo suce$$o da
iniciativa, o intrépido Weber já anuncia uma nova enrol… competição
maravilhosa. Agora, trata-se de eleger as 7 maravilhas naturais do mundo.
Corram ao site! Votem! Não esperem um ano e meio para saber de algo tão
cool! As Cataratas do Iguaçu precisam de você! O resultado será divulgado… no dia 08/08/08. Ah, que genial. Como são espirituosos! Uh, uh, Falls Iguassu!

PS: O comentário abaixo, postado no blog de um conceituado profissional
ligado ao turismo que se atreveu a dizer porque NÃO votaria no Cristo, é uma prova cabal do nível de alguns integrantes da “brigada”… (os asteriscos são meus, claro, o comentário original é mais no vernáculo mesmo)

“aE SEUS FILHOS D AP*** MESMO NÃO CONCORDANDO QUE O CRISTO ESTÁ ENTRE OS 7 VOCÊS TINHAM QUE TER VOTADO. VOCÊS ACHAM O QUE SE UM ARGENTINO TIVESSE COMO OPÇÃO PARA VOT A CASA ROSADA E AS PIRÃMIDES DO EGITO ELE VOTARIA EM QUEM ?? ÓBVIO QUE NA CASA ROSADA, LA BOMBONERA OU EM QUALQUER OUTRA COISA QUE ESTEJA
EM SOLO ARGENTINO, ENQUANTO ALGUNS “FALSOS FILÓSOFOS” E VIAJANTES DE INTERNET FICAM AÍ FALANDO BESTEIRA DIZENDO ISSO E AQUILO DO CRISTO E NÃO VOTANDO.NÃO INTERESSA SE A MURALHA DA CHINA, MACHU PICHU É MAIS BONITO, TEM MAIS VALOR, POUCO IMPORTA, POIS NENHUM DELES É NOSSO É DOS OUTROS.PAREM COM ESS ELANCE DE OLHAR PRO JARDIM DO VIZINHO E ACHAR QUE O DELE É MELHOR E MAIS
CUIDADO, OU TALVEZ MESMO QUE SEJA, CUIDE E VALORIZE O SEU.”

Ou seja:

1) O critério de escolha é puramente patriota – ou pelo menos o que essa
gente pensa ser “patriotismo”. Se vc é argentino, vota na Casa Rosada, se é chinês nas Muralhas, se é brasileiro no Cristo. E, acredite, eles juram que
isso é “democracia”.
2) “Não interessa” que os outros monumentos sejam “mais bonitos”, interessa o que é “nosso”. O que importa não é ser o melhor, é vencer, a qualquer custo. Exatamente como em outros campos.
3) Resumindo: quem não vota no Cristo é um “filho d ap***” (sic).
4) CQD.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: